quarta-feira, 22 de outubro de 2014

A IMPORTÂNCIA DE VARIAR AS REFERÊNCIAS

Qualquer fonte de referência, livros, revistas ou pesquisas, independente de títulos que sancionam suas validades,   têm valores e ideologia que operam em seus discursos.
As fontes de referência de qualquer informação veiculada têm uma visão de mundo (por exemplo, de direita ou esquerda,  capitalista, fundamentalista, entre outras) e, logicamente,  vão enxergar o mundo com essa visão e defendê-la com seus argumentos.
Ao se buscar acesso à essas mesmas fontes ou informações, mostra-se que o conteúdo expresso interessa e tem a ver com a própria visão de mundo do sujeito, que concorda com esses discursos.
Uma forma de sair disso, um efeito mesmo da informação e do acesso à ela, é buscar outras fontes e não apenas manter as mesmas pesquisas sobre assunto no mesmo dispositivo (computador,  celular). Há dispositivos físicos e virtuais que também operam ideologicamente. Não é uma operação de inteligência artificial, mas de organização e equação de conteúdos e acessos, até mesmo para facilitar a velocidade do acesso e o consumo.
Os cookies, registrados e alocados no seu dispositivo e os algoritmos virtuais (como os que trabalham no Google) sempre vão lhe dar acesso à informação de coisas afins para você ler ou mesmo comprar. Prova disso é prestar atenção às propagandas de lojas ou produtos que aparecem para você ao acessar alguns websites: elas irão se remeter em termos de conteúdo à última compra que você fez na internet ou busca que você fez.
Quando se acessa determinada informação,  esse acesso dá acesso à outras informações similares.
O ser humano também faz isso: escolhemos, em um mesmo jornal, os assuntos que nos interessam. Lemos com mais interesse os que nos agradam. A internet faz esse trabalho para você e tenta selecionar conteúdos que possam ser interessantes para você. E faz isso de maneira até manipulatória, para que você acesse coisas que você possa ler, comprar ou "clicar".
Em outras palavras: não é tão fácil fugir da hegemonia de um discurso.
Procure examinar outras fontes.