sexta-feira, 20 de fevereiro de 2015

Dança contemporânea: quando "entender" é mais que um plano de aula com equívocos sobre a Arte

Problemático e pouco esclarecedor. O plano de aula abaixo, com o tema "Para entender a dança contemporânea" complica mais do que descomplica, a começar pela defesa das premissas seguintes: 

1. "[...] acabamos por fazer perguntas semelhantes sobre a arte que expressa nossa realidade"; e 
2. "[...] entendendo o que é a dança contemporânea e que retratar o momento que vivemos hoje é uma de suas principais propostas".

Só para sublinhar minha crítica: a arte já parou de se preocupar em "retratar" a realidade desde o início do movimento impressionista (isso já no final do século XIX). "Retratar" qualquer coisa é tarefa reservada na atualidade ao Instagram (mesmo assim, com muita foto retratada de forma manipulada pelos flltros...). Fica a dica: professores de dança, estudem!!! E esqueçam as fórmulas prontas na Internet: elas só servem para casos específicos - isto quando não escamoteiam muitos equívocos.